?Oi Papai Noel, aqui quem fala é a Sophia, minha idade cronológica é 46 anos, mas a criança que mora dentro de mim tem 8 anos, embora ela ande um pouquinho adormecida, ela ainda existe e com muitos sonhos a serem realizados! O mundo aqui fora é muito grande e confuso também, às vezes gostaria de não ter crescido!

As pessoas correm muito de um lado para o outro e se eu não correr também, eu fico pra trás.

√Č muito competitivo esse lugar aqui Papai Noel, se eu quiser ter um trabalho simples, como uma atendente de 1 bar por exemplo, sou vista como uma pessoa “sem sucesso na vida”.

Dói, a gente trabalha muito, 8/10/12 horas por dia, atinge o tal sucesso, compra uma casa, um bom carro, daí chega alguém que não trabalhou e quer tirar o que conquistei, isso é muito injusto, tem gente que morre por causa disso Papai Noel.

Daí, a gente passa a vida toda trabalhando e quando a gente vê, passou tudo tão rápido que a gente nem se dá conta.

Escolhi trabalhar mais pra ter mais coisas legais, e esqueci de cuidar das pessoas que amava, elas aos poucos foram embora, namorado, amigos, filhos… Mas teve algu√©m que quis ficar e sempre compreendeu que eu trabalhava muito, foi meu labrador o FRED, coloco aguinha, ra√ß√£o, e ele fica ali, todo feliz me esperando chegar.

Cuidei pouco da minha sa√ļde, os meus sonhos aos poucos foram se apagando… Minha menina interior ficou meio triste, deprimida, cheia de fobias, querendo fugir dessa confus√£o e dessa correria, mas ela n√£o pode, pois precisa pagar financiamento e condom√≠nio, se n√£o ela perde tudo que constru√≠u, sua t√£o sonhada casinha de bonecas, que √© a coisa mais importante que conquistou, e pode ser tirada dela, por isso ela fica cada vez mais ansiosa e preocupada, quando as pessoas come√ßam a ser mandadas embora na empresa que ela trabalha.

Papai Noel, eu queria ganhar uma cesta de natal cheia de paciência e amor, queria também que meus sonhos não fossem mais apagados no meio dessa loucura que a gente vive, queria andar na rua sem medo do mal me tocar, queria que meus amiguinhos não me destruíssem com palavras e me depreciassem para se sentirem melhor do que eu.

Nessa cartinha eu coloco todos os meus sonhos e meus desejos para um mundo melhor em 2019. Um melhor ambiente de trabalho com pessoas mais compreensivas e menos doentes emocionalmente.

Papai Noel, traga para os meus amiguinhos uma cesta de bondade também, que eles não se destruam enquanto trabalham juntos, todos somos crianças sensíveis, precisamos proteger o coração um dos outros e não esmagar com nossas próprias mãos e com nossas palavras.

Peço também ao meu amiguinho menino Jesus, que com seu exemplo de amor e humildade, ensine a todos os meus coleguinhas de trabalho, a amar aos outros como a eles mesmos. Que no meu ambiente de trabalho em 2019, reine a união, a fé, o companheirismo, e o respeito a criança interior de cada um.

Sei que cada um carrega seu próprio carrinho cheio de probleminhas pra resolver e que meu problema não é maior que o do outro amiguinho! E que o meu amiguinho também entenda que o problema dele, não é mais importante do que o meu.

Papai do Céu em 2019 traga de presente equilíbrio emocional para todos os meus amiguinhos de trabalho terem uma vida melhor também!

Da amiguinha Sophia.

Autora: Cris Goulart